Manaus, 25 de fevereiro de 2024

Palestra em Itacoatiara

Compartilhe nas redes:

No início da tarde da passada segunda-feira, 24/08/2015, em atenção a convite formulado pela diretoria da Escola Fernando Ellis Ribeiro, de Itacoatiara, o historiador Francisco Gomes da Silva esteve nessa cidade para proferir palestra em regozijo ao 50º aniversário de criação do mencionado estabelecimento. Ao evento estiveram presentes, além da maioria de seus professores e alunos, os pais destes e outras pessoas da sociedade local, especialmente convidadas, que lotaram o amplo e confortável auditório do estabelecimento escolar.

Integrante da rede estadual de ensino, a Escola Fernando Ellis Ribeiro foi inaugurada no dia 05 de setembro de 1965 e recebeu tal denominação em homenagem ao famoso médico cancerologista Fernando Ellis Ribeiro, natural do Município, onde nasceu em 1907, e faleceu e foi sepultado no Rio Janeiro em 1955. Aquela cerimônia de 1965, que coincidiu com outras celebrações enaltecedoras da cidade de Itacoatiara, inclusive a da abertura oficial da estrada Manaus-Itacoatiara, foi presidida pelo então governador Arthur Cézar Ferreira Reis. Outra curiosidade: como parte das festividades do dia 05/setembro/1965, houve o lançamento do primeiro livro do então rapazola de 19 anos e futuro historiador Francisco Gomes – “Itacoatiara. Roteiro de uma cidade”, prefaciada pelo governador e amazonólogo Arthur Cézar Ferreira Reis.

Voltando à segunda-feira, dia 24 deste: após proferir sua palestra, Francisco Gomes dirigiu-se à Câmara Municipal onde tomou parte da sessão especial alusiva ao 10º aniversário da CREI – Coordenadoria Regional da Educação em Itacoatiara, ali representada pelo professor Reinaldo, às premiações respeitantes à qualidade do ensino praticado pelas escolas Deputado Vital de Mendonça e Senador João Bosco de Lima, e passagem do 50º ano de criação das escolas Fernando Ellis Ribeiro e Mendonça Furtado.  A sessão começou às 18:30 horas do dia e, em decorrência do elevado número de oradores – inclusive Francisco Gomes que fez importante pronunciamento – estendeu-se até às 21:00 horas. O plenário da Casa estava repleto de populares e especialmente alunos dos mencionados estabelecimentos escolares.

Para efeito de memorização, transcrevemos abaixo um resumo biográfico de Fernando Ellis Ribeiro. 

Fernando Ellis Ribeiro (1907-1955) 

Denominação dada à Escola Estadual pertencente à rede escolar de Itacoatiara, criada pelo decreto nº 272, de 04 de setembro de 1965, no governo do professor Arthur Cezar Ferreira Reis. Dita Escola foi inaugurada em prédio próprio no dia 05 de setembro do mesmo ano, a cujo ato solene compareceram, além do governador anteriormente citado, o secretário de Estado da Educação, professor André Araújo, o prefeito municipal Galdino Girão de Alencar, o deputado estadual José Mendes, políticos, empresários e outras personalidades locais e/ou procedentes de Manaus. 

Fernando Ellis Ribeiro era natural de Itacoatiara, faleceu e foi sepultado na cidade do Rio de Janeiro, antigo Distrito Federal. Era filho do médico e ex-deputado estadual Jerônymo Ribeiro da Costa e de dona Esther Alves Ribeiro. Segundo o necrológio publicado no Jornal do Comércio, de Manaus, de 29.03.1955, era “Médico dos mais ilustres da atualidade brasileira [meados do século 20], sua atividade venceu as nossas fronteiras e foi projetar-se no exterior, aí recebendo de autoridades na Medicina moderna referências as mais elogiosas”. 

Depois de concluir o curso primário em nossa cidade, transferiu-se para Manaus onde estudou no Ginásio Amazonense “Dom Pedro II”, atualmente Colégio Estadual do Amazonas. Em 1929, no Rio de Janeiro, graduou-se médico cirurgião pela Faculdade Nacional de Medicina da antiga Universidade do Brasil, presidiu a Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e conquistou a Medalha “Paes Leme”, de honra ao mérito. Tinha o posto de tenente-coronel médico da Comissão de Saúde do Exército Brasileiro junto à Força Expedicionária Brasileira. 

Quando ainda residia no Amazonas, nomeado pelo então governador Álvaro Botelho Maia, foi diretor do Departamento Estadual de Saúde Pública e representou o nosso Estado no I Congresso Brasileiro de Cirurgiões, realizado em 1935 no Rio de Janeiro. De volta aos pagos cariocas, foi alçado ao posto de tenente-médico da Prefeitura do Distrito Federal, à cadeira de professor da Faculdade por onde se formou e pontificou nos meios científicos e culturais da velha capital republicana. Em 1954 paraninfou a turma de concludentes da Faculdade Nacional de Medicina. 

O famoso cancerologista, professor visitante da Universidade de Paris, teve morte prematura aos 48 anos de idade. 

O título da Escola Estadual “Dr. Fernando Ellis Ribeiro”, conferido pelo seu fundador, o grande sociólogo e amazonólogo Arthur Cézar Ferreira Reis, lembra a figura do grande cientista, figura exemplar de homem público: orgulho de Itacoatiara. (Fonte: “Homens, mulheres e coisas de Itacoatiara”, livro inédito do historiador Francisco Gomes da Silva).

Compartilhe nas redes:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COLUNISTAS

COLABORADORES

Abrahim Baze

Alírio Marques